Tocar
14/08/2013

– E eu não aguento mais, porque é toda hora eles fazendo coisa errada sabe?

– Sei, enche o saco não é mesmo?

– Ô se enche! E além disso ficam fazendo umas coisas toscas sabe?

– Sim.

– Eu não aguento mais, essa é a verdade.

– Vocês se abraçam muito na sua casa?

– Abraçar? Hum… na verdade não… nossa… a gente quase nunca se abraça para falar bem a verdade.

– Imagino… como seria dar um abraço bem apertado em todos eles todos os dias?

– Nossa… acho que eles iam achar que eu estou morrendo ou algo assim para dar abraços (risos).

– (Risos) É… imagino mesmo… mas como seria tentar fazer isso para ver os efeitos?

– Posso tentar…

 

E tentou… na semana seguinte voltou, me olhou com uma cara de quem pergunta “você sabia o que ia acontecer?”.

O maior órgão do ser humano é a pele. Isso mesmo: a pele! Temos este enorme órgão tomando conta de nós e muitas pessoas nem sequer sabem o que fazer com ele direito.

 

Quando perguntei para a pessoa se eles se abraçavam na casa deles eu já sabia a resposta. Pessoas altamente irritadas que reclamam de tudo o tempo todo raramente são muito dadas à abraços e toque. O toque possui uma função calmante no ser humano. No meu site deixei algumas pesquisas que relatam que tocar durante 5 minutos num cão todos os dias alivia os sintomas de depressão. Eu fico imaginando então o efeito que isso não tem em um ser humano!

O tocar é algo que cada vez mais perde espaço dentro de nossa sociedade altamente visual, porém não perde o seu poder e o seu encanto. Tocar a pele de um ser humano é uma forma de conversar com ele sem usar as palavras. É fácil perceber quando alguém está nos tocando “com segundas intenções”, ou está “segurando demais” a gente. O carinho, pela mesma via também é fácil de ser percebido, o toque afetivo, sensual, brincalhão. É no universo do toque que não precisamos usar palavras para descrever o que sentimos, apenas comunicamos isso com a intensidade de nossa própria pele. Este tipo de comunicação aumenta muito a intimidade, além de ser um sinal dela.

 

Que tal tocar mais?Ser tocado mais? Desenvolva uma brincadeira de massagem com seus filhos, com seu conjugue; aprenda a dar abraços mais apertados em quem você gosta, toque as pessoas nos ombros, segure a mão de alguém com delicadeza ao cumprimentar. Permita-se se tocar também, faça uma massagem no seu pé, na sua mão, relaxe com você mesmo!

 

Abraço

Visite nosso site: http://www.akimneto.com.br

%d blogueiros gostam disto: