Radicalismos

– Então, estava pensando que essa culpa que eu sinto tem algo à ver comigo mesmo.

– De que forma?

– É que, quando eu penso naquilo que minha família faz eu fico com vontade de sumir de perto deles.

– Normal.

– Sim, mas é que na minha mente isso vem meio que sério sabe? Como se eu fosse precisasse mesmo sumir da vida deles!

– Ah, entendi e o que você pensa sobre isso?

– Acho que se eu for assim, vou ser tão radical quanto eles né?

– Pois é…

– Acho que eu tenho que mudar um pouco o meu ponto de vista.

– Mudar, talvez não. Mas sim flexibilizar, o que acha?

 

Muitas vezes as pessoas tem problema extremamente simples, que necessitam apenas de um pouco de flexibilidade para serem resolvidos.

Radical significa, literalmente, raiz. Quando dizemos que alguém é radical queremos dizer que a pessoa dá ênfase em demasia aos conceitos mais básicos e fundamentais de uma determinada ideia.

Quando se trata de um comportamento, temos que a pessoa dita radical assume uma postura que não leva em consideração o contexto no qual ela está inserida ou mesmo as consequências dos seus atos. O radicalismo está na imutabilidade do comportamento e da atitude mental frente à situações nas quais a pessoa pode ser flexível sem perda de sua integridade e atingir um resultado melhor do que o comportamento padrão.

O medo das pessoas radicias, em geral, é este de perder a sua “integridade”. Entendem que se abrirem mão de um determinado comportamento estarão se tornando reféns, vítimas ou estarão perdendo a sua integridade, a sua compostura. Nada mais errado, visto que o que determina isso é, precisamente, a sua liberdade de escolha e de reflexão, sendo assim o ato de manter-se “fiel” ao comportamento pode ser – ironicamente – exatamente aquilo que lhe quebra a integridade.

A questão quando percebemos que estamos sendo radicais é sempre buscar os resultados que estamos obtendo e prestar atenção se estes resultados estão satisfazendo a nossa integridade pessoal e os nossos objetivos. Os rios são muito flexíveis, mas sempre chegam ao mar e sempre mantém a sua integridade. Muitas vezes ter um comportamento alternativo significa que você está mantendo a sua integridade e a sua autoridade. Na verdade, o verdadeiro líder não é aquele que nunca muda as regras, mas sim aquele que sabe adequar as regras, crenças e comportamentos aos seus objetivos porque o seu verdadeiro comprometimento não é com protocolos, mas sim com a sua evolução.

E você ao que tem dado mais valor: protocolos e rituais ou à sua evolução?

Abraço

Visite nosso site: http://www.akimneto.com.br

There are no comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: